logo_smart
iconefaceiconeutubeinonelinkedin iconeflickr
 
 
 
Categorias: Planejamento Urbano e Construção.

Recursos serão financiados pela Agência de Desenvolvimento de SP.

O Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou na terça-feira (3), no Palácio dos Bandeirantes, a concessão de 33 novos financiamentos para prefeituras por meio da Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista. No valor total de R$ 52,9 milhões, os recursos serão investidos na renovação da frota de veículos municipais e em obras de infraestrutura urbana, promovendo melhorias na qualidade de vida da população e na prestação de serviços públicos.

A maior parte do montante, o equivalente a R$ 45,2 milhões, será destinada para investimentos em infraestrutura nos municípios, como obras de recapeamento e pavimentação asfáltica de ruas e avenidas; de implantação e modernização de sistemas de iluminação pública; e de construção de distritos industriais. Os projetos serão financiados por meio de linhas de crédito próprias da Desenvolve SP. Neste caso, os gestores municipais contam com taxas de juros a partir de 0,60% ao mês, atualizada pelo IPCA, e prazos de até seis anos para pagar.

O restante dos recursos anunciados, R$ 7,7 milhões, atenderão demandas de outras prefeituras por meio do “Programa Frota Novas Municípios”. Administrado pela Casa Civil e operacionalizado pela Desenvolve SP, o programa financia, o JURO ZERO, a renovação de veículos utilizados para a prestação de serviços públicos, como ambulâncias, ônibus escolares, viaturas, tratores, escavadeiras, retroescavadeiras, caminhões basculantes, pipas e de coleta, entre outros. O prazo para pagamento também é de seis anos.

“Financiamos o desenvolvimento planejado das cidades paulistas há nove anos, ajudando-as no planejamento e na busca por uma gestão mais eficiente. Esses novos contratratos de financiamento irão viabilizar investimentos de suma importância para a população”, diz Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Desenvolve SP.

Para que haja a liberação dos recursos, o próximo passo é que os municípios apresentem a Desenvolve SP a documentação do processo licitatório concluído. Assinam novos contratos de financiamento as seguintes prefeituras:

Obras de infraestrutura

  • Altinópolis: R$ 3,1 milhões (construção de infraestrutura para Distrito Industrial)
  • Araçatuba: R$ 3,2 milhões (recapeamento e recuperação asfáltica de vias urbanas)
  • Duartina: R$ 230 mil (obras de iluminação pública)
  • Junqueirópolis: R$ 2,2 milhões (máquinas e equipamentos para obras viárias)
  • Registro: R$ 6 milhões (recapeamento e recuperação asfáltica de vias urbanas)
  • Ribeirão Preto: R$ 7 milhões (recapeamento e recuperação asfáltica de vias urbanas)
  • Santo Antonio do Aracanguá: R$ 1,5 milhão (construção de infraestrutura para Distrito Industrial)
  • São Vicente: R$ 5 milhões (pavimentação asfáltica e construção de guias e sarjetas em vias urbanas)
  • Sertãozinho: R$ 5 milhões (recapeamento e recuperação asfáltica de vias urbanas)
  • Suzano: R$ 12 milhões (recapeamento e recuperação asfáltica de vias urbanas)

Programa Frota Nova Municípios

  • Espirito Santo do Turvo: R$ 320 mil (uma ambulância e uma van)
  • Fartura: R$ 450 mil (um ônibus)
  • Fernandópolis: R$ 300 mil (um micro-ônibus)
  • Floreal: R$ 280 mil (um caminhão basculante)
  • Guariba: R$ 270 mil (uma ambulância e uma van)
  • Guzolândia: R$ 320 mil (um caminhão e uma van)
  • Itaberá: R$ 425 mil (uma escavadeira)
  • Itapira: R$ 400 mil (Uma escavadeira hidráulica)
  • Mairiporã: R$ 250 mil (uma retroescavadeira)
  • Mogi Mirim: R$ 465 mil (uma motoniveladora)
  • Mogi Guaçu: R$ 377 mil (uma motoniveladora)
  • Nova Odessa: R$ 300 mil (um caminhão com munk)
  • Oriente: R$ 230 mil  (uma retroescavadeira)
  • Parisi: R$ 300 mil (uma ambulância e uma van)
  • Pederneiras: R$ 400 mil (um veículo adaptado para cadeirante e um caminhão)
  • Poloni: R$ 250 mil (aquisição de duas ambulâncias)
  • Planalto: R$ 250 mil (uma ambulância, uma Van e um veículo para a área da saúde)
  • Registro: R$ 435 mil (um caminhão basculante e uma van)
  • Santo Antonio de Aracanguá: R$ 400 mil (uma pá-carregadeira)
  • Santópolis do Aguapeí: R$ 250 mil (um caminhão basculante)
  • São José do Rio Pardo: R$ 450 mil (uma motoniveladora)
  • Taguaí: R$ 350 mil (um micro-ônibus e uma ambulância)
  • Tarumã: R$ 230 mil (uma ambulância e uma van)
 
 

Governo de São Paulo anuncia R$ 52,9 milhões para renovação de frotas e obras de infraestrutura

Recursos serão financiados pela Agência de Desenvolvimento de SP.

O Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou na terça-feira (3), no Palácio dos Bandeirantes, a concessão de 33 novos financiamentos para prefeituras por meio da Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista. No valor total de R$ 52,9 milhões, os recursos serão investidos na renovação da frota de veículos municipais e em obras de infraestrutura urbana, promovendo melhorias na qualidade de vida da população e na prestação de serviços públicos.

A maior parte do montante, o equivalente a R$ 45,2 milhões, será destinada para investimentos em infraestrutura nos municípios, como obras de recapeamento e pavimentação asfáltica de ruas e avenidas; de implantação e modernização de sistemas de iluminação pública; e de construção de distritos industriais. Os projetos serão financiados por meio de linhas de crédito próprias da Desenvolve SP. Neste caso, os gestores municipais contam com taxas de juros a partir de 0,60% ao mês, atualizada pelo IPCA, e prazos de até seis anos para pagar.

O restante dos recursos anunciados, R$ 7,7 milhões, atenderão demandas de outras prefeituras por meio do “Programa Frota Novas Municípios”. Administrado pela Casa Civil e operacionalizado pela Desenvolve SP, o programa financia, o JURO ZERO, a renovação de veículos utilizados para a prestação de serviços públicos, como ambulâncias, ônibus escolares, viaturas, tratores, escavadeiras, retroescavadeiras, caminhões basculantes, pipas e de coleta, entre outros. O prazo para pagamento também é de seis anos.

“Financiamos o desenvolvimento planejado das cidades paulistas há nove anos, ajudando-as no planejamento e na busca por uma gestão mais eficiente. Esses novos contratratos de financiamento irão viabilizar investimentos de suma importância para a população”, diz Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Desenvolve SP.

Para que haja a liberação dos recursos, o próximo passo é que os municípios apresentem a Desenvolve SP a documentação do processo licitatório concluído. Assinam novos contratos de financiamento as seguintes prefeituras:

Obras de infraestrutura

  • Altinópolis: R$ 3,1 milhões (construção de infraestrutura para Distrito Industrial)
  • Araçatuba: R$ 3,2 milhões (recapeamento e recuperação asfáltica de vias urbanas)
  • Duartina: R$ 230 mil (obras de iluminação pública)
  • Junqueirópolis: R$ 2,2 milhões (máquinas e equipamentos para obras viárias)
  • Registro: R$ 6 milhões (recapeamento e recuperação asfáltica de vias urbanas)
  • Ribeirão Preto: R$ 7 milhões (recapeamento e recuperação asfáltica de vias urbanas)
  • Santo Antonio do Aracanguá: R$ 1,5 milhão (construção de infraestrutura para Distrito Industrial)
  • São Vicente: R$ 5 milhões (pavimentação asfáltica e construção de guias e sarjetas em vias urbanas)
  • Sertãozinho: R$ 5 milhões (recapeamento e recuperação asfáltica de vias urbanas)
  • Suzano: R$ 12 milhões (recapeamento e recuperação asfáltica de vias urbanas)

Programa Frota Nova Municípios

  • Espirito Santo do Turvo: R$ 320 mil (uma ambulância e uma van)
  • Fartura: R$ 450 mil (um ônibus)
  • Fernandópolis: R$ 300 mil (um micro-ônibus)
  • Floreal: R$ 280 mil (um caminhão basculante)
  • Guariba: R$ 270 mil (uma ambulância e uma van)
  • Guzolândia: R$ 320 mil (um caminhão e uma van)
  • Itaberá: R$ 425 mil (uma escavadeira)
  • Itapira: R$ 400 mil (Uma escavadeira hidráulica)
  • Mairiporã: R$ 250 mil (uma retroescavadeira)
  • Mogi Mirim: R$ 465 mil (uma motoniveladora)
  • Mogi Guaçu: R$ 377 mil (uma motoniveladora)
  • Nova Odessa: R$ 300 mil (um caminhão com munk)
  • Oriente: R$ 230 mil  (uma retroescavadeira)
  • Parisi: R$ 300 mil (uma ambulância e uma van)
  • Pederneiras: R$ 400 mil (um veículo adaptado para cadeirante e um caminhão)
  • Poloni: R$ 250 mil (aquisição de duas ambulâncias)
  • Planalto: R$ 250 mil (uma ambulância, uma Van e um veículo para a área da saúde)
  • Registro: R$ 435 mil (um caminhão basculante e uma van)
  • Santo Antonio de Aracanguá: R$ 400 mil (uma pá-carregadeira)
  • Santópolis do Aguapeí: R$ 250 mil (um caminhão basculante)
  • São José do Rio Pardo: R$ 450 mil (uma motoniveladora)
  • Taguaí: R$ 350 mil (um micro-ônibus e uma ambulância)
  • Tarumã: R$ 230 mil (uma ambulância e uma van)
Categorias: Planejamento Urbano e Construção.
 

Leia também