FacebookTwitterWhatsAppLinkedInCopy LinkPrintShare
smart city maringá

Projeto das Smart Cities foi apresentado no gabinete do prefeito Ulisses Maia. FOTO: Vivian Silva / PMM

Tornar a cidade mais eficiente, conectada, com melhor infraestrutura urbana e oferecer qualidade de vida superior às pessoas por meio do uso intensivo de tecnologias de comunicação. Esta é a síntese do projeto que foi apresentado nesta semana pelo presidente da holding Smart Cities, Pedro Rodrigues Fernandez e seu sócio Camilo Chodraui, ao prefeito de Maringá (PR), Ulisses Maia.

Composta pelo consórcio Santa Luzia Smart Cities, a holding opera com a instalação de 12 linhas de atuação, desde a instalação de aplicativos e softwares para smartfones, com sistema de energia renovável por meio de painéis solares, publicidade digital, luminárias em LED, wi-fi disponível de forma permanente para a população, integração de centros de emergência e monitoramento remoto de pacientes em hospitais até o planejamento de ciclovias para uso coletivo de bikes monitoradas por sensores e câmeras de vigilância.

Reforçada com a apresentação de um audiovisual, a exposição também mostrou que o sistema vem ganhando adeptos por todo o mundo e algumas cidades brasileiras já dispõem de parte dos aplicativos utilizados.

A instalação das linhas de atuação em sua totalidade demora 18 a 30 meses, custeada pelo consórcio e empreendedores parceiros do projeto. O valor do investimento, de acordo com estudos aprovados, é de R$ 130 milhões.

A apresentação foi acompanhada pelo secretário municipal de Gestão, Laércio Fondazzi, pelo diretor de Inovação Tecnológica da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico, Franz Wagner, e pelo diretor-presidente do jornal O Diário, jornalista Frank Silva.

Questionado pelo prefeito Ulisses Maia sobre a escolha por Maringá, o presidente da holding afirmou que é “Maringá é a segunda cidade mais inteligente do Paraná e a 17ª do Brasil. Segundo estudo da Urban Systems, por ser uma cidade que dobrou a população no período de 20 anos, que mostra grande potencial de desenvolvimento e apresenta características adequadas para a implantação de um projeto altamente tecnológico e futurístico”.

O prefeito ficou de analisar a proposta e avaliar sua viabilidade, considerando principalmente as prioridades atuais do município.

P

Por Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Maringá (PR)

 

Categories: Cidades colaborativas e sustentáveis.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *