logo_smart
iconefaceiconeutubeinonelinkedin iconeflickr
 
 
 
Categorias: Saúde e Educação.
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInCopy LinkPrintShare

Computator vai detectar anomalias genéticas e sugerir ações. FOTO: Pixabay

A empresa de sequenciamento genético Illumina anunciou que vai adotar o sistema Watson, da IBM, para analisar o sequenciamento genético de tumores. O objetivo é detectar mutações que ajudarão a identificar a ocorrência de câncer.

As pesquisas vão funcionar da seguinte maneira: um oncologista retira uma amostra do tumor de um paciente e colocá-lo num dispositivo sequenciador. De posse dessas informações, o Watson vai analisar os dados e fornecer um relatório ao médico, apontando quais mutações ocorreram e sugerindo algumas ações.

“Estamos fazendo esta parceria para extrair os dados que esses testes fornecem e criar novos algoritmos de aprendizado que consiga detectar doenças em segundos”, disse Francis de Souza, CEO da Illumina.

Outras companhias, como a Foundation Medicine, cria esse tipo de relatório – com base em seu próprio banco genético. O Watson Health também fechou parceria com a Quest Diagnostics para criar seu próprio sequenciador genético.

P
Por Redação ISCBA, com informações do Business Insider

 

 
 

IBM Watson vai procurar mutações genéticas ligadas ao câncer

FacebookTwitterWhatsAppLinkedInCopy LinkPrintShare

Computator vai detectar anomalias genéticas e sugerir ações. FOTO: Pixabay

A empresa de sequenciamento genético Illumina anunciou que vai adotar o sistema Watson, da IBM, para analisar o sequenciamento genético de tumores. O objetivo é detectar mutações que ajudarão a identificar a ocorrência de câncer.

As pesquisas vão funcionar da seguinte maneira: um oncologista retira uma amostra do tumor de um paciente e colocá-lo num dispositivo sequenciador. De posse dessas informações, o Watson vai analisar os dados e fornecer um relatório ao médico, apontando quais mutações ocorreram e sugerindo algumas ações.

“Estamos fazendo esta parceria para extrair os dados que esses testes fornecem e criar novos algoritmos de aprendizado que consiga detectar doenças em segundos”, disse Francis de Souza, CEO da Illumina.

Outras companhias, como a Foundation Medicine, cria esse tipo de relatório – com base em seu próprio banco genético. O Watson Health também fechou parceria com a Quest Diagnostics para criar seu próprio sequenciador genético.

P
Por Redação ISCBA, com informações do Business Insider

 

Categorias: Saúde e Educação.
 

Leia também