logo_smart
iconefaceiconeutubeinonelinkedin iconeflickr
 
 
 
Categorias: Resiliência e Segurança.
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInCopy LinkPrintShare

Drones auxiliarão no fornecimento de informações para motoristas e para a central.

O Governo Italiano está trabalhando em conjunto com o escritório de design Carlo Ratti Associati para o desenvolvimento de um novo sistema de monitoramento e auxílio na estrada.

O projeto se baseia em um conceito chamado Flying Poles (ou “postes voadores”, em tradução livre). Desenvolvido pelo professor do MIT – Massachusetts Institute of Technology, Carlos Ratti, os postes que serviriam como iluminação da estrada também abrigarão drones que irão monitorar a rodovia.

Sendo assim, a Smart Road italiana consiste em utilizar esses drones para o monitorar e fornecer informações úteis e em tempo real aos motoristas e para a central de comando. O projeto está previsto para ser implantado em uma reta de aproximadamente 2.500 quilômetros.

Os drones contarão com uma série de sensores que terão a capacidade de identificar diversas características na rodovia, desde a velocidade do vento até o fluxo de veículos. Eles também contarão com câmeras para monitoramento remoto e tecnologia Wi-fi para se comunicar com os motoristas e avisar sobre perigos na pista.

 

Novo “Waze”

Atualmente, aplicativos de mapa como o Waze já fazem esse tipo de serviço, entretanto, Ratti destaca que os drones possuem outras funcionalidades como levar kits de primeiros-socorros, suprimentos e outros equipamentos para agilizar o processo de resgate e até escanear a infraestrutura para a identificação de incêndios, fluídos inflamáveis e necessidade de reparos.

Diferentemente dos aplicativos, o projeto visa a automação e a independência de informações prestadas por usuários, utilizando os drones como uma fonte confiável/oficial.

O valor do projeto é estimado em 30 milhões de euros, o que corresponde a aproximadamente R$ 120 milhões. Ele ainda não possui uma previsão de data de lançamento, mas espera-se que seja lançado nos próximos meses.

 

Postes servirão para iluminar e carregar a bateria dos drones.

 
 

Itália desenvolve projeto de Smart Road para prevenir acidentes

FacebookTwitterWhatsAppLinkedInCopy LinkPrintShare

Drones auxiliarão no fornecimento de informações para motoristas e para a central.

O Governo Italiano está trabalhando em conjunto com o escritório de design Carlo Ratti Associati para o desenvolvimento de um novo sistema de monitoramento e auxílio na estrada.

O projeto se baseia em um conceito chamado Flying Poles (ou “postes voadores”, em tradução livre). Desenvolvido pelo professor do MIT – Massachusetts Institute of Technology, Carlos Ratti, os postes que serviriam como iluminação da estrada também abrigarão drones que irão monitorar a rodovia.

Sendo assim, a Smart Road italiana consiste em utilizar esses drones para o monitorar e fornecer informações úteis e em tempo real aos motoristas e para a central de comando. O projeto está previsto para ser implantado em uma reta de aproximadamente 2.500 quilômetros.

Os drones contarão com uma série de sensores que terão a capacidade de identificar diversas características na rodovia, desde a velocidade do vento até o fluxo de veículos. Eles também contarão com câmeras para monitoramento remoto e tecnologia Wi-fi para se comunicar com os motoristas e avisar sobre perigos na pista.

 

Novo “Waze”

Atualmente, aplicativos de mapa como o Waze já fazem esse tipo de serviço, entretanto, Ratti destaca que os drones possuem outras funcionalidades como levar kits de primeiros-socorros, suprimentos e outros equipamentos para agilizar o processo de resgate e até escanear a infraestrutura para a identificação de incêndios, fluídos inflamáveis e necessidade de reparos.

Diferentemente dos aplicativos, o projeto visa a automação e a independência de informações prestadas por usuários, utilizando os drones como uma fonte confiável/oficial.

O valor do projeto é estimado em 30 milhões de euros, o que corresponde a aproximadamente R$ 120 milhões. Ele ainda não possui uma previsão de data de lançamento, mas espera-se que seja lançado nos próximos meses.

 

Postes servirão para iluminar e carregar a bateria dos drones.

Categorias: Resiliência e Segurança.
 

Leia também