logo_smart
iconefaceiconeutubeinonelinkedin iconeflickr
 
 
 
Categories: Mobilidade Urbana.
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInCopy LinkPrintShare

Matthias Müller (dir.), CEO da Volkswagen, e Ole Harms, CEO da Moia. Montadora entra com força nos serviços de compartilhamento. Foto: Divulgação

A Volkswagen surpreendeu o setor automobilístico nesta última semana ao anunciar, no dia 5 de dezembro, o lançamento de uma nova subsidiária. A empresa, batizada de Moia, deve atuar em segmento similar ao Uber, de mobilidade compartilhada a partir de aplicativos.

O executivo Ole Harms, que era diretor-executivo da Volks para novos negócios e mobilidade, foi escolhido como o CEO da empresa. O Moia deve ter 200 funcionários em Berlim até meados de 2017. Inicialmente, serão oferecidos serviços nas regiões urbanas da Alemanha. A empresa almeja, porém, se tornar líder em novos negócios de mobilidade na Europa no prazo de dois anos.

Segundo analistas dos setor, a Volkswagen chegou atrasada ao setor de mobilidade tecnológica. Após ver as concorrentes alemãs Daimler e BMW crescerem no mercado de veículos compartilhados. Nos últimos anos a VW resolveu recuperar terreno, investindo bilhões em carros elétricos, autônomos e sistemas de compartilhamento.

“Mesmo que nem todo mundo ainda deva ter seu próprio carro no futuro, o Moia pode ajudar a tornar todos um cliente da nossa empresa de um jeito ou de outro”, explicou o presidente da VW, Matthias Mueller.

P

Por Redação ISCBA

 

 

 
 

Hello World!

FacebookTwitterWhatsAppLinkedInCopy LinkPrintShare

Matthias Müller (dir.), CEO da Volkswagen, e Ole Harms, CEO da Moia. Montadora entra com força nos serviços de compartilhamento. Foto: Divulgação

A Volkswagen surpreendeu o setor automobilístico nesta última semana ao anunciar, no dia 5 de dezembro, o lançamento de uma nova subsidiária. A empresa, batizada de Moia, deve atuar em segmento similar ao Uber, de mobilidade compartilhada a partir de aplicativos.

O executivo Ole Harms, que era diretor-executivo da Volks para novos negócios e mobilidade, foi escolhido como o CEO da empresa. O Moia deve ter 200 funcionários em Berlim até meados de 2017. Inicialmente, serão oferecidos serviços nas regiões urbanas da Alemanha. A empresa almeja, porém, se tornar líder em novos negócios de mobilidade na Europa no prazo de dois anos.

Segundo analistas dos setor, a Volkswagen chegou atrasada ao setor de mobilidade tecnológica. Após ver as concorrentes alemãs Daimler e BMW crescerem no mercado de veículos compartilhados. Nos últimos anos a VW resolveu recuperar terreno, investindo bilhões em carros elétricos, autônomos e sistemas de compartilhamento.

“Mesmo que nem todo mundo ainda deva ter seu próprio carro no futuro, o Moia pode ajudar a tornar todos um cliente da nossa empresa de um jeito ou de outro”, explicou o presidente da VW, Matthias Mueller.

P

Por Redação ISCBA

 

 

Categories: Mobilidade Urbana.
 

Leia também

 
Governança e economia

Objetivo do Plano de IoT é remover amar...

Para o gerente de regulação da Anatel, Nilo Pasquali, a gran...


Leia mais
Cidades colaborativas e sustentáveis

Holding de smart cities quer investir em...

Tornar a cidade mais eficiente, conectada, com melhor infrae...


Leia mais
Mobilidade Urbana

Hello World!

A Volkswagen surpreendeu o setor automobilístico nesta últim...


Leia mais
Saúde e Educação

Furukawa anuncia centro de capacitação...

A Furukawa acaba de nomear seu primeiro Centro de Treinament...


Leia mais